Reconhecimento, redistribuição e participação popular: por uma política judicial integradora

Desembargadora Leila Mariano toma posse como Presidenta do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro – TJ/RJ

Nessa segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013, toma posse como Presidenta do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro – TJ/RJ, a Desembargadora Leila Mariano . Primeira mulher a ocupar o cargo !
A Desembargadora Leila Mariano, acadêmica, integrante do quadro da Magistratura Fluminense desde 1979, além da Presidência da Segunda Câmara Civil do TJ/RJ, nos últimos anos exerceu o cargo de Diretora-Geral da Escola da Magistratura do referido Tribunal e Coordenadora Pedagógica da Escola de Direito Rio – Fundação Getúlio Vargas. Ao longo da sua carreira tem demonstrado sensibilidade para a necessidade de fortalecimento das políticas de gênero e uma prestação jurisdicional integradora, que garanta o exercício da plena cidadania das mulheres. Tal perfil se sobressai dentre seus pares.
A percepção dos direitos da mulher sob o marco da igualdade verifica-se ainda acanhada no meio judiciário brasileiro, como ressaltado pela voz das mulheres organizadas e exposto em inúmeros estudos acadêmicos. Esse quadro, evidentemente contrário à expansão da cidadania da mulher para além dos direitos civis e políticos, fragiliza a democracia brasileira.
À frente da Corte de Justiça, a nova Presidenta terá então a oportunidade de impulsionar medidas de natureza administrativa que alterem esse quadro ainda prevalente no meio judiciário. Nesse sentido, a força emblemática de se ter uma mulher à frente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro deve ser reconhecida
Parabéns Desembargadora Leila Mariano!
Parabéns mulheres do Estado do Rio de Janeiro!

Articulação Fórum Justiça