Reconhecimento, redistribuição e participação popular: por uma política judicial integradora

Relatório do Desenvolvimento Humano 2013 pelo PNUD – Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento

Por Elena Martinis (GT Gênero)

Este relatório, lançado no mês de março, faz parte de uma série de lançamentos do PNUD – Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, ao longo das duas últimas décadas, versando sobre as principais regiões em desenvolvimento do mundo.

Conforme o Prefácio da publicação, “O Relatório de 2013 identifica quatro domínios específicos, com vista à manutenção da dinâmica de desenvolvimento: melhorar a equidade, incluindo a dimensão do gênero; proporcionar uma maior representação e participação dos cidadãos, incluindo a dos jovens; enfrentar as pressões ambientais; e gerir as alternações demográficas.”

O tema é extremamente relevante, em especial para as discussões no âmbito do Fórum Justiça. Ressalte-se uma das frases do Relatório, cuja filosofia é comum ao trabalho realizado pelo Fórum Justiça: “As pessoas estão a unir-se, em todo o mundo, numa luta comum: participar livremente nos acontecimentos e processos que condicionam as suas vidas.”

O Relatório completo pode ser acessado pelo link abaixo.

http://www.pnud.org.br/arquivos/rdh-2013.pdf